terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Belém, 400 anos de conquistas e de muitas lutas!

Luiz Henrique Almeida Gusmão
* Geógrafo e Licenciado pela Universidade Federal do Pará (UFPA)
* Editor-chefe e Proprietário do Blog Geografia e Cartografia Digital de Belém
* Bolsista Desenvolvimento Tecnológico Industrial (DTI) no Laboratório de Sensoriamento Remoto na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL)
* Instrutor dos softwares de Cartografia: ArcGis, Qgis, Philcarto, Phildigit e Google Earth Pro.
* Contatos: henrique.ufpa@hotmail.com ou luizhenrique.ufpa@yahoo.com
Cursos, Mapas, Projetos, Cartogramas e Consultoria em Geotecnologias - (091) 98306-5306 (WhatsApp)


A cidade de Belém é a capital do Pará e o principal portão da Amazônia Brasileira que no dia 12/01/2016 completou 400 anos de fundação. Desde a construção do Forte do Castelo em 1616 nas margens da Baía de Guajará, a cidade cresce vertiginosamente, principalmente durante o período áureo da comercialização da borracha para os principais centros europeus, o que contribuiu para diversas construções imponentes como: Casarões, Mercados, Lojas no estilo europeu, grandes e arborizadas avenidas, entre outros. 

Hoje, com 1.439.000 habitantes, a cidade celebra seus 400 anos, apesar de grandes dificuldades na área do saneamento básico, da saúde, da mobilidade urbana, entre outros, o que causa extrema aflição daqueles que vivem e esperam morar em uma cidade mais segura, menos corrupta, mais arborizada, com um trânsito menos caótico, menor desigualdade social, entre outros.  

A cidade carinhosamente chamada de "Cidade das Mangueiras", "Cidade Morena" e "Metrópole da Amazônia" busca dias melhores para que a sua população possa usufruir de todas as suas belezas naturais, sem grandes degradações ambientais. O anseio dessa população é viver em uma cidade mais digna!

Figura 1. Parte central de Belém
Fonte: skyscrapercity (Eloi Raiol)



Figura 2. Mercado do Ver-o-peso
Fonte: blog do Gerson Nogueira


Figura 3. Frutas amazônicas no Ver-o-peso (Belém dos sabores)

Figura 4. Vista da Praça da República no centro de Belém


Figura 5. Milhões de pessoas no Círio de Nazaré em Belém (Maior procissão religiosa católica do Brasil)


Figura 6. Vista do Teatro da Paz em Belém


Figura 7. Estação das Docas em Belém


Figura 8. Mangal das Garças em Belém


Figura 9. Comidas típicas do Pará (Tacacá, Maniçoba, Vatapá e Pato no tucupi)