terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Criminalidade nos bairros de São Paulo (Infográfico)


Luiz Henrique Almeida Gusmão
* Geógrafo e Licenciado pela Universidade Federal do Pará (UFPA)
* Editor chefe, Proprietário e Cartógrafo - Blog Geografia e Cartografia Digital
* Presta consultoria em Cartografia e Geoprocessamento para Acadêmicos, Pesquisadores e Empresas
* Foi Bolsista CNPq - DTI (Desenvolvimento Tecnológico Industrial) no Laboratório de Sensoriamento Remoto na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Amazônia Oriental)
* Contato: henrique.ufpa@hotmail.com
*Mapas em Geral, Cartogramas, Cursos, Projetos de Geoprocessamento, 
Palestras e Consultoria em Geotecnologia:  091 (98306-5306) - WhatsApp




1. Criminalidade dos bairros de São Paulo (Infográfico - Mapas Dinâmicos)


O Jornal "Estadão" do Estado de São Paulo possui uma página onde é possível verificar, analisar e comparar dados de violência dos bairros da cidade de São Paulo, tais como: roubos, furtos, homicídios, lesões corporais, estupros, latrocínios e tráfico de drogas. Todos os dados são oriundos da Secretaria de Estado de Segurança Pública de São Paulo e estão disponíveis desde o ano 2012 até 2017, ou conforme o passar dos meses. 

Figura 1. Interface da página do Jornal Estadão sobre os crimes na capital paulista.
Fonte: Jornal Estadão (2017)


Na plataforma interativa, é possível escolher o tipo de crime e observar a quantidade para toda a cidade, por bairro e no período analisado, assim como um ranking dos mais ou menos violentos de acordo com o crime. Ao lado, aparece um mapa no método coroplético que expressa o total de crimes por bairro. Lembrando que os mapas não devem ser comparados uns com os outros, pois os valores são bastante diferentes e mudam conforme o intervalo específico do crime.

Nós parabenizamos a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo pela transparência dos dados policiais, haja vista que na maioria das cidades brasileiras existe uma obscuridade de informações sobre violência nos sites das prefeituras ou mesmo nos relatórios estatísticos. Nesse caso, destacamos que o Jornal Estadão é o responsável pela divulgação das informações, enquanto nós da página, apenas compartilhamos esta plataforma interativa.